Fimose no adulto

Fimose é a dificuldade de expor totalmente a glande (cabeça) do pênis no estado de ereção ou flacidez devido ao estreitamento na abertura da pele do prepúcio.

Ao contrário do que muita gente pensa, o homem adulto pode também ter fimose, seja porque o problema não foi corrigido na infância, ou por causa de algumas doenças que levam ao fechamento gradual do prepúcio. As principais doenças causadoras da fimose são o diabete e as infecções repetidas da pele do pênis.

IMPORTÂNCIA DA FIMOSE NO ADULTO

É importante informar que a fimose é a principal causa de câncer de pênis. A impossibilidade de limpeza adequada da glande do pênis e da parede interna do prepúcio durante meses ou anos causa um processo inflamatório crônico que, misturado com vírus, bactérias e fungos e o sebo que vão se acumulando, pode levar ao desenvolvimento de um tumor maligno que só vai ser descoberto durante a operação da fimose ou quando o tumor se tornar avançado.

Outra importância de quem tem fimose é a sua associação com o DIABETE, a qual deve ser investigada através de um exame de sangue.

DIAGNÓSTICO

Geralmente o paciente já chega no consultório do urologista referindo que é portador de fimose. A comprovação é realizada pelo médico apenas com o exame físico. Muitos pacientes confundem a fimose com o excesso de pele. O excesso de pele só exige cirurgia quando está causando algum tipo de incômodo ao paciente. Deve-se sempre solicitar uma dosagem da glicose nos pacientes adultos com fimose adquirida para afastar a possibilidade de diabete.

TRATAMENTO

O tratamento da fimose no adulto é cirúrgico e deve ser realizado sempre por um cirurgião especializado em urologia. A cirurgia consiste na retirada do excesso de pele, onde a extensão da pele a ser retirada deve ser bastante exata, pois a retirada de uma pequena extensão de pele pode provocar a persistência da fimose, enquanto que a retirada excessiva pode levar a escassez de pele durante a ereção, provocando dores e problemas sexuais.

PÓS-OPERATÓRIO

.  Uma técnica cirúrgica perfeita reduz o risco de complicações após a cirurgia como o inchaço do pênis, hematomas e infecções. Geralmente, o paciente pode retornar às atividades habituais sete dias depois da cirurgia. Os pontos caem espontaneamente em cerca de 10 a 15 dias. Como a cicatrização total se completa após 30 dias da cirurgia, este é o período indicado para o retorno da atividade sexual.

Autor

Dr. Alexandre Dr. Aranha

Dr. Alexandre Aranha Trigueiro é médico formado pela UFPB em 1997, com pós-graduação em cirurgia geral e urologia, mais de 10 anos consecutivos de experiência e milhares de cirurgias abertas, endoscópicas e laparoscópicas realizadas...

Curriculo

Perguntas e respostas

Fechar

Sua Pergunta foi enviada!

Preencha o formulário a seguir.

Nome *
E-mail *
Site (include http://)
Título *
Pergunte *

Quando o Doutor responder, sua pergunta APARECERÁ PÚBLICA na página de perguntas e respostas.

* Campo requerido